Peixinhos (Taiyaki) com banana

Ai ai… mais uma bento de sexta!

Banana fatiadinha, salgadinho orgânico, biscoito de aveia e mel, stick integral, taiyaki com recheio de ricota. Não sei se da pra perceber, mas são peixinhos, bem, taiyaki são sempre peixinhos. Usa-se a massa normal de panqueca ou waffle, o recheio normalmente é de feijão azuki, mas pode ser de outros sabores também. Tenho essa forminha que faz taiyaki no microondas, e o tamanho do peixinho cabe direitinho na marmita. Mas o taiyaki de verdade é assado numa frigideira que modela a massa, assando-a no formato de peixinho. Como o da foto abaixo.

Minha filha adora! Na verdade, qualquer um iria adorar, afinal, tudo que engorda é bom né? Mas não dá pra comer sempre.

Abelhinha e florzinhas

Nesta marmitinha tem: maçã verde, florzinhas de maça verde e cenoura, e bisnaguinha com manteiga.

É bem fácil fazer está abelhinha! É só preparar uma bisnaguinha, e então cortar faixas de nori (folha de alga) para o corpo, para fixá-las, é bom usar manteiga, maionese, enfim, algo comestível que grude. Aproveite e faça os olhos e boquinha de nori também. As bochechas, faça com ketchup e a asinha pode ser de queijo (usei um cortador de coração e cortei em baixo para fazer a asa).

Se for tentar em casa, tire fotos e me mande o link! Gostaria muito de ver!

Como evitar agrotóxicos e economizar no lanche

A todo o instante, revistas e programas de tv, nos alertam sobre os riscos, ou nos tranquilizam, sobre o uso dos agrotóxicos. Como a mídia manipula boa parte das informações, não podemos nos valer dos informes passados por eles. Mas que os males causados pelos agrotóxicos já são conhecidos de todo mundo, ah, isso nós sabemos! Câncer, desenvolvimento púbere precoce, entre muitos outros. Se não podemos ter certeza de que tudo isso realmente ocorre na ingestão diária de agrotóxicos, então é melhor evitá-los.

No entanto, como fazer isso se os produtores e a mídia nunca são 100% transparentes conosco? Bem, alguns produtos vem com um selo de não utilização de agrotóxicos, produto orgânico, entre outros, mas nem todo mundo confia, afinal, a fiscalização no país, em relação aos agrotóxicos, ainda é muito precária. Leia está matéria do ano passado, por exemplo. Abaixo destaquei o trecho, da mesma matéria, que mais me chamou a atenção.

Vale destacar que o Brasil é o país que mais consome agrotóxicos no mundo. Foram cerca de 1 bilhão de litros em 2009. No mesmo ano, 115 pessoas morreram contaminadas com esse tipo de produto e quase 4 mil ficaram intoxicadas segundo a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)

Não é assustador?

A não ser que você more próximo a um pequeno agricultor, e compre direto com ele, ninguém tem como saber, com certeza, o que está levando pra casa. Mas podemos diminuir os riscos, nos utilizando de uma prática antiga. Comprar frutas e legumes na época certa! Simples assim! E reduzimos ainda mais os riscos de levarmos produtos com agrotóxicos se comprarmos produtos orgânicos na época certa e de produtores mais próximos de nossa cidade ou estado.

Agrotóxicos são utilizados para que os alimentos amadureçam mais rápidos, durem mais tempo, não sejam atacados por pragas, entre outros. Sendo assim, os alimentos que são cultivados na época certa, não precisam de nada disso, e não precisam de agrotóxicos. Se o produtor estiver próximo de sua região, também não tem porque utilizar agrotóxicos, afinal, os produtos viajarão uma curta distância, não sendo necessários produtos que aumentem sua duração. Entendeu?

Comprando pela sazonalidade dos alimentos, ainda temos mais um benefício, economia! Isso mesmo, frutas, verduras, e legumes ficam mais baratos durante está época. Então, porque não comprar assim?

Não conhece o calendário de sazonalidade? Bem, as Centrais de Abastecimento fornecem um calendário nos sites. Este é o link para o calendário do CEASA de Campinas – SP, e este é o link do CEAGESP. São bem completos! Mas se quiser uma versão pequena, só para imprimir e deixar dentro da agenda, por exemplo, pode usar este aqui.

Infelizmente não posso dizer de onde veio este calendário. Está é uma daquelas imagens que rolam pela internet e logo perdem a fonte, então, se alguém souber de onde vem, por favor, me avisem para que eu possa dar os devidos créditos.

Bento elefantinho

Adoro quando aprendo algo legal pra bentos na internet! E eu adoro este blog que é de uma japonesa, que inclusive já publicou livros sobre bento, e ela é super delicada, sempre respondendo a todos os comentários pessoalmente! Aprendi a fazer um elefantinho no blog dela, e só modifiquei um pouquinho.

Bolachas de água e sal, elefantinho de queijo, castanhas do pará, manga, rolinhos de queijo e peito de peru e cenoura baby. Voltaram apenas duas bolachas de água e sal, e duas castanhas do pará e meia (uma veio mordida!).

O link para o tutorial do elefantinho você encontra aqui.

E lembrem-se, se forem fazer um em casa, tirem uma foto e me mandem o link! Eu adoraria ver como ficou o de vocês.

 

Bento sneak peek

Alguns dias da semana meu marido leva uma bento. Normalmente quando o pessoal de onde ele trabalha vai comer feijoada ou coisa parecida e ele não quer ir. Eu acho ótimo! Assim economizamos um pouco, e eu tenho a certeza de que ele está comendo de forma mais saudável, pois é fato que quando ele está fora, ele pode ou não estar comendo bem!

Um dia destes fomos ao McDonald’s (Sim! Somos de carne e osso!) e vi que eles tem uma tortinha nova, de chocolate com morango, algo pro inverno. Mostrei pro meu marido e ele disse: Ah! É horrível! Não coma não viu? *Pausa para o olhar ameaçador* Ele já sabia o que viria a seguir: Você andou comendo no Mc sem que eu soubesse né??

Não, eu não matei o coitado não! Mas me preocupo com a saúde dele, e como não sei bem quantas vezes ele dá estas escapadas até o Mc, tenho medo de que esteja indo umas duas vezes por semana, o que não é nada bom!

Está pobre marmita não serviu a seus propósitos, pois ficou esquecida no fundo da minha geladeira problemática, que tende a congelar na parte de trás. Resultado? Ela ficou toda congelada! É só olhar para as cenouras e uvas que dá pra perceber. Enfim, temos nesta bento, uvas, azeitonas, biscoito integral, queijo Babybell, e cenouras baby. Não tenho foto da parte de baixo, mas tinha arroz, feijão, chuchu, ovo pochê e salada de alface.

Bento desajeitada

As vezes, por causa da pressa, ou por não conhecer direito um alimento que nunca comprei antes, eu acabo estragando a marmita. Ai tento consertar da melhor maneira possível.

Uma bento de sexta que não deu muito certo. Estas bisnaguinhas são da Wickbold, estão até usando a imagem do Scooby-Doo. Como eu já comprava as mini bisnaguinhas, achei que as normais seriam tão boas quanto. Mas fiquei um pouco decepcionada. As bisnaguinhas vieram meio manchadas, com uns pontos escuros (dá pra ver na foto), são duras, difíceis de trabalhar (tentei fazer um enfeite nelas e foi um fracasso) e todas fora de tamanho, umas grandes, outras pequenas, umas magrinhas, outras gordinhas. Enfim, primeira e última vez que compro.

Está bento tem bisnaguinhas recheadas com creme de ricota, florzinhas de queijo, biscoitos de chocolate que a vovó mandou, e pipocas de canjiquinha, afinal, era sexta-feira.

Tutorial: Como começar com bentos? (parte 1)

Vou escrever uma série de tutoriais para quem tiver vontade de começar a fazer bentos para as crianças, marido, mãe, ou pra quem desejar, pode até ser para você mesmo, e partir para uma alimentação mais saudável, sem desperdícios e sem agredir o meio ambiente.

Parece óbvio, mas não é não, algumas pessoas pensam que precisam de muitas ferramentas pra começar com bentos, na verdade, você precisa mesmo é de uma bento box. Existem diversos tipos, tamanhos, cores, preços, são muitas as possibilidades. Mas você precisa de uma que te agrade e que agrade quem vai receber a bento.

Primeiro decida pra quem será a bento. Dê uma olhada na tabela abaixo e procure a idade e sexo da pessoa. Lembre-se que está tabela é apenas um guia, e serve para almoços, não para lanches da manhã ou da tarde. Para lanches, procure diminuir pela metade ou em 2/3 o tamanho sugerido abaixo.

Decidido o tamanho, hora de escolher a carinha da marmita. Se for para uma criança, procure uma colorida, com personagens da idade dela. Não adianta mandar uma bento do Mickey para um garoto de 13 anos, ele não vai nem tirar da lancheira!

Também não precisa gastar um dinheirão importando bentos, pelo menos não no começo. Hehehe! Se você gostar e ficar viciada(o) em bentos, bem, é provável que você queira importar. Mas não faça isso no começo, dê um tempo até que você se acostume com o tamanho das bentos que tem em casa.

Existem bentos sendo vendidas no Brasil, no entanto, um simples tupperware serve pra começar. A Lock&Lock tem alguns modelos que podem muito bem ser utilizados, especialmente para crianças, que já vem com divisórias e não são difíceis de achar, nem tão caros.

A própria Tupperware tem uma linha infantil de potes de plástico com diversos personagens infantis. Dê uma olhada clicando aqui.

Qualquer potinho de plástico serve, até os da Plasútil, que por sinal tem marmitas para adultos, e são super baratos!

O importante é que você comece gastando pouco!

Prefira as que fecham hermeticamente. São mais caras, mas mantém a comida mais fresca. Normalmente são aquelas que tem travas dos lados, como está da foto abaixo.

Há quem se importe e há quem não se importe, mas também existe a questão do BPA. Para quem não sabe o que é, leia o trechinho abaixo que retirei da Wikipedia. Caso queira ler o artigo todo, clique aqui.

Bisfenol A ou BPA é um difenol, utilizado na produção do policarbonato de bisfenol A, o policarbonato mais comum, e de outros plásticos. A substância é proibida em países como Canadá, Dinamarca e Costa Rica, bem como em alguns Estados norte-americanos, mas no Brasil era utilizada na produção de garrafas plásticas, mamadeiras, copos para bebês e produtos de plástico variados, sendo proibida apenas ao final de 2011, com prazo até ao final de 2012 para a retirada do produto das prateleiras e estoques.

Desde a década de 1930 que se suspeita que seja prejudicial à saúde humana (estudos sobre estrogenicidade). Em 2008, após vários artigos do governo dos EUA questionarem sua segurança, alguns varejistas retiraram das prateleiras produtos com BPA. Um estudo do FDA (Food and Drug Administration) de 2010 levantou preocupações quanto à exposição de fetos, bebês e crianças pequenas.

Caso você, como eu, tenha preocupação com o BPA, não se preocupe, existem diversas opções de bento boxes sem BPA no mercado. Todas as bento boxes fabricadas nos EUA vem sem BPA, assim como as fabricadas no Japão. Já as chinesas… talvez sim, talvez não. Então, caso vá importar, opte pelas fabricadas nestes dois países.

Como dito no texto acima, as empresas que utilizam BPA em seus produtos, tem até o fim de 2012 para retirá-los do mercado brasileiro. Já vi produtos que vem com o selo dizendo que aquele produto não contém BPA, então é só procurar os potes plásticos com o selo ou procurar o número de classificação do produto. Em produtos com BPA, você irá encontrar, gravado nele, o número 3 ou o número 7. Evite os produtos com estes números. Depois de 2012 dá pra ficar mais tranquilo em relação ao BPA, acho. Afinal, aqui nem sempre dá pra ter certeza de nada.

Se quiser ter certeza, certeza mesmo, compre uma das opções americanas pelo ebay. Vou falar mais delas em um post, mas algumas delas são a Laptop Lunches e a Goodbyn.

Espero, com este post, ajudar mães e pais a mudar a forma com que enviam os lanches para seus filhos, para que eles já cresçam com uma noção de merenda diferente da que fomos criados, que apesar de ser feita com carinho, não era das mais saudáveis.

Se tiver alguma dúvida, por favor, pergunte na área de comentários. Ficarei feliz em ajudar!

Bento sapinho e cogumelos

Mais uma bento de sexta-feira! Sim! São as minhas favoritas! É quando dá pra variar e ousar um pouco mais, sem transformar minha filha numa devoradora compulsória de besteiras.

As favoritas da minha filha, uvas! Cogumelos de chocolate, são um biscoitinho japonês chamado Chocoboy se não me engano. Cenouras baby, castanhas do pará, que por sinal, voltaram pra casa intactas, pela primeira vez. Estrelinha de queijo com carinha de sapo! Sanduíche selado de creme de ricota no pão integral.

Você deve estar se perguntando sobre o que seria um sanduíche selado. Bem, é exatamente o que o nome diz, ele é bem fechado e o recheio não sai de jeito nenhum! As fatias do pão ficam “coladas” uma na outra. É ótimo selar o sanduíche quando, por exemplo, você coloca ovo mexido como recheio. Se ele estiver aberto, quando a criança pegar o sanduíche, o recheio pode cair, se estiver selado, não cai.

Uso um selador de sanduíches, mas tem como fazer isso sem ter este selador. Vou fazer um tutorial, e mostro como faz daqui uns dias.

Outra bento com sushi de pão

Quando monto uma bento assim, com tudo que ela gosta, sei que não vai voltar nada! Adoro montar estas bentos, mas não é sempre que faço, tento sempre colocar coisas diferentes, mesmo que ela não goste. Minha filha come super bem, é verdade, mas tem sempre uma coisa ou outra que ela não aceita, e tenho sempre esperanças de que ela mude de ideia.

Nesta marmitinha foi: sushi de pão com geleia de morango (é sempre bom usar geleia porque aparecem mais, na verdade são rocamboles, mas ela adora pensar que está comendo sushi), uvas, e polenguinho.

Eu tiro da embalagem o polenguinho, por dois motivos, um é que ela não sabe abrir, e quando mandei com embalagem o queijo voltou cheio de marcas de dentes, olhei aquilo, rindo horrores, claro, e já fiz uma nota mental: Ensinar a abrir o polenguinho. Mas não envio mais com embalagem, afinal, vai saber como eles descartam isso na escola, e este é o segundo motivo.

Eu simplesmente adoro estes palitinhos! São lindos, fazem minha filha rir e falar sobre eles, e evita que ela pegue a comida com a mão. Não me lembro onde comprei estes, mas tenho certeza de que são facilmente encontrados no ebay. Em uma busca rápida por lá, encontrei estes. Achei até um pouco caro, é bom sempre fazer uma pesquisa. Olha que lindinhos!

Bento simples

Uma bento simples… tá bem, não vou enganar ninguém! Uma bento feita na correria e ainda por cima, no fim do mês. Quando estou com pressa e com poucos mantimentos, sai deste jeito!

Não me lembro bem, mas acho que foi feita com o que havia restado no armário de coisas para lanche, que no fim do mês está sempre vazio! Uvas (ainda bem que a vó dela sempre manda uvas quando ela vai visitá-la), biscoitos com recheio de chocolate (ela não gosta mesmo destes biscoitos, voltam sempre e não vou mandar mais), e marshmallows (também mandados pela vovó).

Uma bento nada saudável, e olha que não era nem sexta para que eu tivesse uma desculpa! Mas acontece raramente, em geral, nas quintas-feiras!